NFS-e: como emitir Nota Fiscal de Prestação de Serviços?

Felix Schultz
Felix Schultz
Mulher sorridente elegante de óculos e camisa listrada usando computador portátil enquanto está sentado à mesa de trabalho

Toda empresa precisa saber como emitir Nota Fiscal de Prestação de Serviços de forma rápida e prática. Afinal, esse é um procedimento rotineiro e que precisa ser eficiente. No entanto, as etapas para concluir esse processo ainda geram dúvidas.

A primeira coisa a saber é que a NFS-e é um documento obrigatório pela Receita Federal. De forma geral, demonstra que você conhece o valor declarado na nota e todos os encargos implicados na operação.

Ainda há vários outros fatores! Por isso, vamos explicar como emitir a Nota Fiscal de Serviços Eletrônica e mais detalhes importantes. Confira!

Para que serve a Nota Fiscal de Serviço Eletrônica?

A Nota Fiscal Eletrônica de serviços é um documento fiscal emitido por pessoas jurídicas. Ela serve para empresas, Microempreendedores Individuais (MEIs) e autônomos. Em todos os casos, comprova que a operação comercial foi feita para a Receita Federal.

A NFS-e é regulada pelas prefeituras, que fazem a cobrança dos impostos sobre serviços. Por isso, sua emissão deve ter a autorização desses órgãos. Ela é dispensada somente para autônomos e MEIs quando a venda é feita para pessoas físicas. No entanto, se houver o pedido por parte do cliente, torna-se obrigatória.

A Nota Fiscal de Serviço também traz benefícios para as empresas que a utilizam. Dentre eles, estão: 

  • garantia de validade jurídica e fiscal;
  • segurança na realização das transações financeiras e comerciais;
  • redução das chances de erros por automatizar a emissão da nota e evitar tarefas repetitivas;
  • eliminação da necessidade de uma pessoa ou setor trabalhar exclusivamente com esse serviço — assim, também há redução de custos;
  • otimização do controle do negócio, já que é possível verificar os relatórios das notas fiscais conforme o volume de vendas;
  • automação da emissão e do recebimento;
  • diminuição de gastos com o armazenamento de arquivos, compra de papéis, tintas etc.;
  • simplificação dos processos burocráticos e tributários.

Como emitir Nota Fiscal de Prestação de Serviços?

Agora que você sabe para que serve, que tal ver como emitir a Nota Fiscal de Prestação de Serviços? A seguir, apresentamos um passo a passo. Acompanhe!

Obtenha um certificado digital

A primeira etapa é conseguir um certificado digital. Nem todas as prefeituras fazem essa exigência, especialmente para quem é autônomo ou MEI. Mesmo assim, é importante se informar.

Realize um cadastro na prefeitura ou na Secretaria da Fazenda

Com as autorizações da prefeitura, está na hora de fazer o seu cadastro no sistema cedido pelo órgão público. Será necessário preencher os dados exigidos para ter o login e a senha. Dessa forma, você consegue gerar as notas.

Perceba que, a depender do tipo de empresa cadastrada, o preenchimento da Nota Fiscal de Serviço muda. Isso fica bem claro no caso dos MEIs, que não sofrem a incidência de tributos.

No caso de empresas de outros portes, é preciso preencher os dados solicitados. Nesse cenário, avalie a possibilidade de otimização, por exemplo, por meio do salvamento automático. Assim, as informações são preenchidas de forma automática.

Saiba o código de prestação de serviço

O código da prestação de serviço muda de acordo com o município. A partir dele, a alíquota do imposto é determinada. Normalmente, essa informação está disponível online, mas você também pode pedir para a prefeitura.

Qual o prazo para emissão da NFS-e?

O ideal é que a emissão da Nota Fiscal de Serviços Eletrônica ocorra logo após o trabalho realizado e o consequente pagamento. No entanto, não existe uma data limite específica.

Como calcular a Nota Fiscal de Serviço?

O valor a ser colocado na NFS-e varia de acordo com alguns fatores. Eles são: 

  • despesas;
  • valor da hora trabalhada;
  • preço da mão de obra;
  • preço da matéria-prima utilizada;
  • margem de lucro.

Caso tenha algum custo extra, ele também deve ser incluído. Dessa forma, você repassa o valor correto para o cliente e emite a Nota Fiscal de Prestação de Serviços da forma adequada.

Além disso, vale a pena contar com um software de gestão completo, que centraliza todos os dados e automatiza o processo de emissão de NFS-e, dentre outros. Esse é o caso do ERP BomControle, um sistema integrado ERP que realiza o gerenciamento financeiro, o controle de estoque e de vendas, e mais.

Assim, sua empresa estará preparada para saber como emitir Nota Fiscal de Prestação de Serviço para mais de 600 municípios brasileiros de forma fácil e rápida.

Então, que tal automatizar a emissão da Nota Fiscal de Serviço na sua empresa? Conheça o ERP BomControle e todas as suas funcionalidades e veja por que vale a pena contar com essa ferramenta!

Notebook com a tela aberta no teste grátis do software da BomControle.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *