3 inovações em Gestão de Pessoas que podem ser aplicadas em sua empresa

Felix Schultz

Felix Schultz

As novidades são uma constante em nossas vidas. E no ambiente de trabalho não é diferente. No setor de Recursos Humanos, a inovação em gestão de pessoas é indispensável para que esses profissionais atuem de maneira mais qualificada, aplicando práticas que tenham criatividade e estimulem os colaboradores da empresa.

Por essa razão, neste artigo vamos falar sobre a importância de manter a Gestão de Pessoas atualizada para uma boa produtividade do quadro de funcionários e o impacto nas organizações.

Confira, abaixo, 3 das mais importantes inovações em gestão de pessoas.

1. Análise da dados no RH

Pesquisar e examinar dados é fundamental para que um planejamento estratégico seja bem-sucedido. Ao realizar o estudo das informações anteriores a respeito de um determinado assunto, prioritariamente, no início da estruturação de um planejamento estratégico, a probabilidade desse plano ter sucesso, com certeza, será muito maior.

Isso, é claro, vale também para o setor de Recursos Humanos. Afinal, a partir do momento em que ferramentas modernas são empregadas na gestão de pessoas, diversos dados são gerados para o departamento.

Uma das aplicações que exemplificam bem isso são os índices de produtividade. Diversos softwares de gestão disponibilizam essas informações, consideradas imprescindíveis para o acompanhamento do trabalho que está sendo realizado pelos colaboradores, bem como para identificar problemas e soluções.

Outra métrica que os profissionais de RH devem estar atentos é ao índice de rotatividade, também conhecido como turnover. Esses números apontam o desempenho da evolução do trabalho na retenção de talentos, o que impacta diretamente o caixa da empresa. Afinal, processos de admissão e treinamento de funcionários representam despesas para um negócio.

E não é só isso!  As pesquisas de clima também podem ser feitas de maneira automatizada, para que os profissionais da área de RH possam trabalhar ações mais acertadas, com foco no engajamento dos colaboradores, na propagação e entendimento da cultura organizacional, por exemplo.

A utilização de dados, também conhecida como Big Data, para ser bem-feita precisa contar com a captação e com o cruzamento de informações quantitativas e qualitativas que, por sua vez, revelarão informações importantes sobre a empresa.

Um bom exemplo é estudar os números combinados relativos às faltas, às notas de desempenho e às competências de um determinado funcionário. Tais dados serão capazes de indicar se esse colaborador deve ou não ser substituído na equipe, fazendo com que a tomada de decisões esteja sempre de acordo com os parâmetros definidos pelo gestor de pessoas.

Portanto, como você pode notar, a análise de dados é de grande utilidade para o profissional de Recursos Humanos, mostrando se uma determinada equipe precisa de reforços ou de algum tipo de capacitação específica com foco no aumento da produtividade.

Muitos gestores pensam que trabalhar com o Big Data representa uma grande despesa para a empresa, mas isso não é verdade. Com o avanço da tecnologia, cada vez mais ferramentas são lançadas no mercado, diminuindo o valor para obtê-las.

Lembre-se também de diferenciar o que é um gasto e o que é um investimento para o negócio. Uma empresa é feita, essencialmente, de pessoas. Portanto, o valor empregado em um sistema para reunir informações desse tipo é um investimento, minimizando possíveis prejuízos que podem acontecer quando os gestores de Recursos Humanos não conseguem visualizar o panorama do desempenho da equipe.

2. Entrevistas e testes a distância

Uma das etapas mais importantes para recrutar novos funcionários é a entrevista e os testes de proficiência. Porém, essa tarefa demanda muito tempo para o setor de Recursos Humanos, para a gerência e para a diretoria da empresa. Como tempo é dinheiro, isso representa um custo ao caixa da organização.

A solução para esse problema é a utilização da tecnologia certa para facilitar essas tarefas. Bons exemplos são o uso de testes online de idiomas, raciocínio lógico e de Fit Cultural — que faz a avaliação entre os valores da empresa e do profissional que está se candidatando à vaga.

Além disso, o trabalho de realizar entrevistas também conta com a ajuda da tecnologia. A inovação possibilita que elas sejam feitas a distância, via chamadas de vídeos por Skype, como exemplo.

Mas a inovação em gestão de pessoas não está presente somente na esfera da comodidade. A tecnologia também permite que esse processo de recrutamento e seleção seja mais eficiente com a análise das informações geradas por meio de testes para revelar perfis comportamentais com agilidade e assertividade.

3. Automação de processos

Automatizar os processos constitui substituir o trabalho manual pela execução por máquinas. Em outras palavras, trata-se de deixar as atividades que envolvem muita burocracia e tarefas repetitivas sob a responsabilidade de um software.

Cada vez mais os sistemas de gestão estão focando em funcionalidades específicas para o departamento de Recursos Humanos. Procedimentos de seleção contam com softwares modernos, nos quais os plugins ficam incumbidos em automatizar a triagem dos candidatos.

Ou seja, o gestor de RH não precisa mais gastar seu tempo lendo todos os currículos, analisando um a um, pois o sistema faz essa seleção, classificando os que têm mais chances de contratação de acordo com o perfil da vaga.

E não é só a triagem dos currículos que está entre os benefícios da automação de processos. Esse tipo de sistema também ajuda a controlar o ponto eletrônico dos funcionários da empresa, auxilia a tarefa de implantação de programas de treinamento e capacitação, avaliações de desempenho, entre outras.

A grande vantagem está na eliminação de burocracias excessivas, permitindo que os gestores mantenham seu foco no que realmente importa, que são as tarefas estratégicas do departamento.

Neste artigo, mostramos para você as inovações mais importantes no setor de Recursos Humanos, especificando as vantagens que elas trazem para o desempenho da empresa. Afinal, o RH é uma das áreas que mais demandam profissionais hoje em dia, sempre oferecendo chances para novas pessoas.

Por isso, investir nas inovações em gestão de pessoas é sinônimo de desenvolvimento para o seu negócio. E você, utiliza que tipo de inovação na sua empresa? Compartilhe sua experiência deixando seu comentário aqui no post!