Como realizar a automação de processos em 10 passos

A automação de processos é uma estratégia utilizada para aumentar o lucro de uma empresa, visando a redução de custos e um melhor rendimento, por meio da utilização de diversas ferramentas.

Muito dos problemas enfrentados hoje pelas empresas envolve a falta de controle sobre as atividades e o fluxo de trabalho dos funcionários, que acabam perdendo tempo com processos simples que poderiam ser otimizados.

Leia também: Controle de processos: o que é e o que sua empresa ganha com isso?

Existem diversas ferramentas que você pode aplicar no seu negócio para melhorar o desempenho da sua empresa, integrando, por meio da tecnologia, sistemas e dados, aumentando a lucratividade com uma boa gestão de tempo.

Neste artigo, você vai entender:

  • O que é automação de processos
  • Vantagens da automação de processos
  • Melhoras práticas na automação de processos
  • Ferramentas de automação de processos
  • Como implementar a automação de processos

Boa leitura!

O que é automação de processos

Automação de processos são ferramentas que reduzem a carga do trabalho manual do profissional, otimizando tempo e aumentando a produtividade do setor. 

Processos empresariais são todos os processos que compõem o dia a dia de um negócio, incluindo tarefas, rotinas, recursos e ferramentas utilizadas para atingir os resultados.

Para entender melhor, vamos exemplificar com a venda de um produto em um restaurante: 

  1. O cliente chega no local e senta na mesa;
  2. O atendente vai até a mesa;
  3. O atendente anota o pedido;
  4. O atendente vai até a cozinha;
  5. O atendente passa o pedido para a cozinheira;
  6. A cozinheira prepara o pedido;
  7. O atendente leva o pedido até o cliente.

Como esse processo pode ser automatizado? Utilizando as tecnologias que estão à nossa disposição para facilitar o trabalho. Neste caso, um sistema de pedido online pode agilizar o envio do pedido até a cozinha, por exemplo.

Automatização x Automação de processos

Mas você sabe qual a diferença entre automatização e automação de processos?

A automação consiste em utilizar mecanismos que realizam correções no funcionamento dos processos, sem a necessidade de interferência humana. Um exemplo é a automação de processos industriais.

O objetivo dessa automação é reduzir falhas, ou seja, a possível ocorrência de erros no sistema, por meio de ajustes e utilização de sistemas mais tecnológicos, por meio de sensores e outros.

Já a automatização consiste em um processo que precisa ser realizado por um humano para funcionar perfeitamente, de forma que o homem guia os parâmetros de funcionamento.

Leia também: Business Process Management: como ajudar a controlar o seu negócio?

Um exemplo é o uso de um BPM (Business Process Management) que realiza a automatização dos processos por meio da fiscalização e gerenciamento, modelando e estabelecendo regras.

Outro exemplo é a utilização do CLP (controlador lógico programável), muito utilizado na indústria como uma ferramenta que automatiza os processos de produção de acordo com os critérios definidos pelo programador.

Vantagens da automação de processos

Existem muitas vantagens em automatizar as atividades da empresa e o principal está em diminuir a atuação humana em tarefas simples, podendo direcionar melhor os esforços em estratégias e ações que gerem mais resultados.

Faça um teste e realize a automação de alguns processos para entender quais as vantagens competitivas no mercado frente aos concorrentes, quanta economia de tempo e dinheiro terá na sua empresa.  

Mais produtividade

O ganho de produtividade é o maior desejo das empresas. Para isso, otimizar processos é o melhor caminho.

Isso porque os funcionários conseguem entregar mais em menos tempo, trabalham de forma direcionada em ações eficientes, não perdendo tempo com protocolos.

Um claro exemplo é a utilização do CRM (Customer Relationship Management) ou Gestão de Relacionamentos com o Cliente, que proporcionam ganhos em tempo e resultado. 

Quando se tem dados e informações dos clientes a um clique, a rotina e a tomada de decisões do time de vendas fica muito mais fácil. 

Redução de erros

A repetitividade em atividades operacionais rotineiras deixam as empresas à mercê de erros graves. Por ser uma rotina cansativa, que causa sobrecarga aos profissionais, pode reduzir a motivação e impactar nos resultados.

Com certeza você não gostaria que ocorressem erros em processos internos e por isso a automatização de processos repetitivos é uma grande estratégia preventiva, que evita dores de cabeça a longo prazo.

Além de reduzir possíveis erros, permite que a equipe direcione seus esforços a atividades mais estratégicas, contribuindo com mais efetividade no desenvolvimento da empresa.

Padronização de processos

Com certeza você gostaria de reduzir custos com produção, treinamento de empregados e ainda manter a qualidade de seus produtos, tudo ao mesmo tempo, certo?

Por isso, a padronização dos processos garante que o produto seja entregue ao cliente sem comprometer a reputação da empresa, além de contribuir para a fidelização e divulgação da marca.

Redução de custos

Se existe um desejo em comum a todos os gestores é a redução de custos. 

É claro que automatizar gera custos iniciais, mas o retorno financeiro a longo prazo vale a pena. Imagine integrar processos, reduzir o número de funcionários, gerenciar tarefas e serviços, permitindo uma tomada de decisões mais assertiva: a economia é inevitável.

Diferencial competitivo

É claro que toda automação colabora com o diferencial competitivo no mercado, devido a assertividade da tomada de decisão que garante oportunidades no momento certo.

Além disso, garantindo o mesmo padrão de qualidade nas entregas e processos ágeis, você pode atender uma demanda superior, ampliando o seu mercado e se destacando frente à concorrência.

Melhores práticas na automação de processos

A implementação da automação de processos consiste em entender quais são os pontos fracos e que podem ser melhorados na empresa, identificando tarefas rotineiras e os impactos na gestão.

Conheça as necessidades da empresa

O primeiro passo é identificar os gargalos no seu processo atual, percebendo oportunidades de melhoria e ganhos com a automação.

O mapeamento das atividades é um ponto crucial, identificando o passo a passo de todas as atividades, pessoas e recursos envolvidos, bem como os resultados esperados.

Leia também: Conheça as 7 vantagens da automatização de processos.

Selecione as ferramentas certas

Pesquisa para entender quais as melhores ferramentas a serem utilizadas em cada caso, para não trocar o certo pelo duvidoso e acabar tendo problemas a longo prazo. 

Além de implementar tecnologias que são realmente eficientes, você precisa estar ciente de que o acompanhamento desses sistemas e melhorias deve ser constante.

Importante, também, pensar no futuro: não é porque um sistema é mais barato e supre as necessidades de hoje que você deve dispensar opções do mercado capazes de crescer com sua empresa.

Lembre-se que toda troca de sistema ou ferramenta pode gerar dor de cabeça na equipe. Então, escolher modelos sustentáveis, com escalabilidade, que atenda às diferentes demandas e acompanhe o desenvolvimento do negócio é fundamental. 

Realizar treinamentos com a equipe

De nada adianta instalar sistemas de automação se os funcionários não estão capacitados para utilizar ou não se identificam com a forma de trabalho. 

Por isso, a capacitação da equipe, através de treinamentos e comunicação clara, é essencial, agregando valor aos bens e ações adquiridas pela organização.

Ferramentas e recursos da automação de processos

Para começar a implementar uma automação de processos, você precisa conhecer as ferramentas e recursos disponíveis no mercado para cada função ou atividade.

Assim, depois de mapear o seu processo atual e identificar os pontos para automação, saberá escolher a melhor forma de começar essa mudança. 

O BomControle é um sistema completo para automação de diferentes setores, do estoque ao financeiro. Experimente grátis!

Conheça os principais setores que podem se beneficiar com ferramentas de automação: 

Controle financeiro

Controle as atividades financeiras da sua empresa por meio de ferramentas, integrando todos os departamentos, assim você ganha tempo e confiabilidade dos dados.

Sabe aquelas planilhas complicadas? É um trabalho que desgasta e que dificilmente vai acompanhar o crescimento da sua empresa. 

Com um sistema de gestão financeira você controla o faturamento, fluxo de caixa, contas a serem pagas e recebidas, as movimentações financeiras e muito mais.

Leia também: Planilha para controle financeiro é eficaz? 8 razões para sair do Excel!

Relacionamento com o cliente

Hoje sabe-se que o atendimento ao cliente é o ponto de contato mais importante com o cliente, pois define se a venda vai ser realizada ou não. Porém, o pós-venda é tão importante quanto.

Existem ferramentas de controle de pós-venda como ServiceDesk que ajudam a atender e melhorar o serviço, da mesma forma que o CRM proporciona uma visualização de todo o caminho traçado pelo cliente, otimizando as atividades do  time de vendas.

Ficou muito mais fácil interagir com o cliente não é mesmo?

Controle de estoque

Planilhas para controlar o estoque nunca mais. Não tem porque, se você pode ter ferramentas onlines que gerenciam seu inventário, integradas com módulos de vendas e faturamento.   

Leia também: O que é nível de estoque e como controlá-lo dentro da empresa?

Análise de Dados

Você pode utilizar a ferramenta BPM para a gestão dos processos automatizados, consultando a eficácia das mudanças e acompanhando os principais indicadores. 

Além disso, um sistema completo de gestão oferece visão estratégia para o gestor, com indicadores de performance, projeções e relatórios que permitem identificar novas oportunidades de melhoria, além de confirmar os ganhos com as automações realizadas.

Como implementar a automação de processos em 10 passos

A implementação dos processos não é tão fácil quanto parece, pois depende de vários fatores e precisa ser bem estruturada para um funcionamento adequado.

Planejamento é a palavra-chave para realização dessas mudança. Abaixo, explicamos com um passo a passo como se organizar para transformar a sua empresa de dentro para fora.

1. Converse com as equipes 

O primeiro passo consiste em entender quais as necessidades do seu negócio e ninguém entende mais da sua empresa do que seus próprios funcionários. Então, converse com sua equipe e entenda quais os pontos mais importantes para melhorar suas atividades.

2. Desenhe o seu processo atual

Mapeie os processos realizados e tenha muito claro o funcionamento, assim você terá uma visão sistêmica de tudo que ocorre na empresa, facilitando a percepção das falhas.

Um fluxograma é a melhor forma de organização, demonstrando os gargalos produtivos e quais as etapas que possuem mais impacto no resultado final.

3. Identifique as oportunidades para automação e priorize

Identifique o que faz sentido de ser priorizado, qual escolha é mais assertiva e precisa ser automatizada imediatamente. 

Assim, você começa a investir em automação naquelas áreas que podem gerar resultados imediatos, melhorando a percepção de valor com a mudança.

4. Faça um plano do projeto

Liste todas as oportunidades identificadas e os resultados esperados com as mudanças em cada uma delas.

Especifique responsáveis para o projeto de automação, prazos definidos, limite de investimento e, claro: identifique os KPIs que permitirão validar se a mudança foi ou não positiva para a empresa.

5. Pesquise os recursos para selecionar o mais adequado

Pesquise muitos recursos, identifique sistemas de automação de processos e experiemente para ter certeza de qual é o ideal para você. 

O BomControle é um sistema de ERP completo, com módulos para automação de processos financeiros, comerciais e muito mais! Faça um teste gratuito por 15 dias e conheça todas as funcionalidades.

6. Teste as ferramentas selecionadas

Escolha ferramentas online, que são mais modernas, seguras e adaptáveis ao crescimento do seu negócio. Além disso, quase todas permitem que você faça um teste gratuito antes de comprar o sistema.

Dessa forma, você economiza, direciona seus investimentos de forma correta e entende se a ferramenta selecionada fará sentido para o seu negócio. Lembre-se de pedir a opinião de seus funcionários, afinal, serão eles quem irão operar diariamente com o sistema escolhido.

7. Treine a equipe envolvida no processo

É claro que o treinamento é essencial. Se os envolvidos nos processos não sabem manusear as ferramentas adequadamente, a solução não será utilizada na sua máxima eficiência.

O ideal é um treinamento completo de uso, com direcionamento passo a passo e boas práticas. A gestão de mudanças nunca é fácil, mas é um passo importante para garantir a efetividade do novo modelo.

8. Finalize o setup da ferramenta

Após escolhida a ferramenta ideal, é hora de adquirir e configurar de forma personalizada para sua empresa. Padronize e centralize as informações por meio da configuração do sistema.

Leia também: Sistemas financeiros para pequenas empresas: saiba como escolher!

9. Acompanhe o funcionamento da automação 

Realize o acompanhamento para verificar os resultados, se estão ocorrendo erros ou se existe algum tipo de mudança ou otimização futura a ser realizada. 

Defina parâmetros de controle para evitar que prejuízos aconteçam. Com o monitoramento constante, você pode identificar os pontos críticos com antecedência, realizando os ajustes necessários.

10. Otimize constantentemente

Lembra que comentamos que a ferramenta deve acompanhar o crescimento da empresa? Isso porque os resultados podem permitir um desenvolvimento do negócio, e novas necessidades irão se apresentar no caminho.

Assim, otimizar novos processos, revisitar os sistemas e repensar indicadores e metas é fundamental para uma cultura de melhoria contínua.

Conclusão

A automação de processos é uma atividade fundamental para o seu negócio. Quando realizada de maneira correta com as ferramentas adequadas, garante a potencialização dos resultados da empresa, inclusive financeiros.

O importante é manter a visão estratégica e monitorar constantemente, para não deixar escapar nenhuma nova oportunidade ou situação crítica. Assim, tanto a equipe quanto os clientes vão sair ganhando, com produtos e serviços de qualidade.

Conte com um sistema de gestão completo, que oferece relatórios automatizados e personalizados, integra os departamentos e otimiza tempo e recursos. Experimente o BomControle por 15 dias e comprove!

Gostou do conteúdo? Então compartilhe nas suas redes sociais!

Para melhorar os resultados da sua empresa, também recomendamos a leitura esses artigos:

Obrigado por ler até aqui!

O que é CRM e como fazer uma gestão de leads eficaz

O que é CRM? Se você tem dificuldades para responder essa pergunta, saiba que você pode estar perdendo oportunidades para alavancar o seu negócio. 

O Customer Relationship Management (daí a sigla CRM) é uma ferramenta fundamental para você conhecer o seu cliente, antecipar suas necessidades e formatar produtos, serviços ou soluções que atendam suas expectativas.

Diferente do que se fazia em vendas e marketing até pouco tempo atrás, que era focar no produto em si, hoje as empresas precisam ter o cliente como centro das atenções.

Leia também: Entenda como usar o CRM estratégico em benefício da sua empresa

Por isso, se você ainda não utiliza o CRM para fazer sua gestão de leads (ou se você não sabe o que é CRM ou gestão de leads!), continue a leitura.

Neste artigo, vamos abordar:

  • O que é CRM
  • O que o CRM faz
  • O que deve ter um CRM
  • Diferença entre CRM e ERP
  • 10 vantagens do CRM
  • 5 dicas para uma gestão de leads eficaz com CRM
  • Conheça o BomControle

Boa leitura!

O que é CRM

CRM é uma ferramenta 360º para vendas, marketing, atendimento e relacionamento com o cliente.


CRM é a sigla para o termo, em inglês, Customer Relationship Management.
Em português, pode ser traduzido como Gestão de Relacionamento com o Cliente.

Muitas empresas usam tabelas de Excel para marcar os dados dos clientes ou potenciais clientes, agendar reuniões e criar um pequeno histórico. Mas o CRM vai (e deve ir) muito além disso.

O CRM é uma ferramenta 360º para vendas, marketing, atendimento e relacionamento com o cliente em todos os pontos de contato. Na era digital que vivemos, isso se aplica, também, aos conceitos de gestão de leads, funil de vendas e análise de dados estratégicos.

Ficou confuso? Calma! Vamos explicar: 

Com a tecnologia e todos os novos canais de comunicação e venda, o cliente virou o centro das atenções. Isso porque a concorrência aumentou de forma exponencial. 

Se, antes, você concorria com a loja do bairro ou outra empresa de sua cidade, o cliente, hoje, tem a opção de comprar produtos de marcas em praticamente qualquer lugar do mundo!

Por isso, a experiência do usuário, assim como conceitos de usabilidade e funil de vendas, se tornaram fundamentais para os resultados de empresas de todos os segmentos

Dessa forma, atualmente, o CRM tem um papel muito mais abrangente e serve para muitas operações estratégicas, indo além das planilhas de Excel.

O que o CRM faz

Uma ferramenta completa de CRM armazena todas as informações de um cliente ou potencial cliente, como: 

  • Dados pessoais (atenção à LGPD!);
  • Histórico e preferências de compra;
  • Histórico de acessos ou visitas ao site da empresa.

Assim, o CRM tem condições de fornecer insights para o gestor aproveitar melhor aquela base de contatos, aumentando o engajamento, suas vendas e seus resultados.

Além disso, o CRM se torna uma base de informações e consulta essencial para qualquer equipe de vendas, que pode conhecer profundamente o seu cliente antes de oferecer uma solução ou produto.

Por exemplo: se você tem um mercado e está com uma promoção de fraldas, pode segmentar a comunicação dessa campanha para clientes ou potenciais clientes que tenham bebês em casa. Não faz sentido enviar e-mail para quem não tem filhos, certo? 

Assim, você consegue otimizar suas campanhas, focando no público certo para a oferta que deseja fazer. Com isso, seus resultados e indicadores de performance serão muito mais positivos!

O que deve ter um CRM

Considerando a importância e todas as funções de um CRM, você já deve ter imaginado que a ferramenta pode ter ser tornado um pouco mais complexa do que antigamente.

Para uma visão completa das suas oportunidades, o CRM deve ter diferentes funcionalidades, como: 

  • Geração de relatórios de desempenho das suas vendas;
  • Organização e operação do funil de vendas;
  • Histórico de interações com cada cliente em tempo real;
  • Acompanhamento das suas métricas de vendas;
  • Qualificação de leads;
  • Dados para identificação das negociações mais sensíveis;
  • Unificação de dados de clientes e potenciais clientes;
  • Configuração do funil de vendas;
  • Insights de oportunidades;
  • Projeção de vendas.

Diferença entre CRM e ERP

O CRM é uma ferramenta voltada para o cliente, enquanto o ERP é um sistema de gestão operacional.


Quando falamos em otimização de processos, organização de dados e planejamento, muitos gestores podem acabar confundindo conceitos e buscando escolher entre um CRM e um ERP.

Mas, na verdade, essas duas ferramentas são diferentes e ambas são fundamentais para um negócio. 

Leia também: CRM ou ERP: qual é a melhor solução para a sua empresa?

Enquanto o CRM foca nas relações com o cliente, potencializando vendas e oportunidades de novos negócios, o ERP é uma ferramenta voltada para as operações empresariais, como emissão de notas fiscais, controle financeiro, controle de estoque, entre outros.

No entanto, o que existe no mercado são ERP completos, que incluem um módulo de CRM, com todas as funcionalidades necessárias.

É o caso do BomControle, por exemplo. O ERP traz funções de gestão financeira, gestão de estoque, gestão de processos e CRM, integrando todas as ferramentas que você precisa para uma gestão eficaz e eficiente do seu negócio.

10 vantagens do CRM

Para esclarecer melhor o que é CRM e como ele pode fazer a diferença nos seus resultados comerciais, listamos 10 vantagens da ferramenta. 

Confira: 

#1 Centraliza as informações dos clientes

O CRM tem como vantagem a centralização dos dados de clientes, organizando as informações para o time comercial e de marketing. 

Assim, você não corre riscos de acabar perdendo aquela lista de potenciais clientes que conseguiu ao participar de uma feira, por exemplo.

#2 Registra o histórico de todas as interações com os clientes

Outra vantagem importante para a empresa é a possibilidade de registrar o histórico das interações importantes com os clientes. 

Ligações, reuniões, e-mails enviados: tudo pode ficar armazenado no CRM, de forma a construir uma base de informações importante para todo tipo de negociação.

#3 Permite integração com outras ferramentas de gestão

Alguns CRM’s permitem integração com outras ferramentas de gestão, como um ERP. No caso do BomControle, por exemplo, o CRM é um módulo oferecido dentro do sistema, o que facilita ainda mais a integração das informações e entre setores.

#4 Integra o time comercial e dispõe de acesso remoto pelo celular

Imagine ter um vendedor em processo de negociação com um prospect, e outro vendedor, por falta da informação, começa um nova negociação com o mesmo cliente. 

Confuso, né? O CRM evita esse tipo de erro, integrando toda a equipe e dividindo, de forma organizada, os prospects entres os integrantes do time comercial. 

Além disso, por ser online, pode ser facilmente acessado a qualquer momento, através de todo tipo de dispositivo. Você não perde nenhuma interação importante e tem mais chances de fechar negócio! 

#5 Armazena os dados na nuvem

Outro ponto positivo é o fato de você ter todas as informações salvas na nuvem. É muito mais seguro do que ter arquivos no seu computador, que pode falhar a qualquer momento, certo? 

#6 Permite configurar e visualizar o Funil de Vendas

Você sabe o que é funil de vendas? Conceito muito ligado ao marketing digital, o funil de vendas faz referência ao caminho percorrido pelo cliente entre o primeiro contato e à compra, e deve ser utilizado para embasar suas estratégias de comunicação. 

No topo do funil, você terá as pessoas que estão buscando soluções. No fundo do funil, pessoas que já estão decididas pela compra. 

Dessa forma, ao configurar um funil de vendas no seu CRM, você poderá identificar quantos leads você tem no topo, meio ou fundo de funil. Assim, pode direcionar ações para cada público, com os argumentos de venda adequados para cada etapa. 

#7 Gera relatórios com dados estatísticos

Organização de dados sem relatórios não serve para muita coisa. Você precisa ter as informações organizadas para poder gerar relatórios que permitam uma análise estratégica, apoiando a tomada de decisão.

Assim, o CRM é uma ferramenta fundamental para analisar a performance da equipe, projetar vendas, qualificar produtos e até avaliar possíveis oportunidades de novas promoções.

#8 Segmenta clientes

Uma das principais vantagens do CRM é a possibilidade de segmentar clientes com base em suas preferências ou comportamentos. 

Você pode criar grupos de interesse e direcionar campanhas ou ofertas específicas para estes grupos, aumentando suas chances de fechar negócio e reduzindo o tempo de negociação. Afinal, você estará sendo muito mais assertivo! 

#9 Atualiza dados em tempo real

Todos os integrantes do time têm acesso às informações e status das negociações atualizadas em tempo real, apoiando as decisões e evitando ruídos de comunicação ou interpretação. 

#10 Apoia a tomada de decisão

Com todas as informações organizadas, relatórios e dados estratégicos, o gestor tem muito mais embasamento para tomar decisões importantes para o seu negócio. 

Um bom CRM também oferece insights, permitindo a identificação de novas oportunidades, seja de campanhas, seja de segmentação de público, ou, até mesmo, para a criação e venda de novos produtos. 

5 dicas para uma gestão de leads eficaz com CRM

O CRM pode ir além da simples organização de dados, apoiando os resultados financeiros da empresa e permitindo inovações.


Como já falamos, o CRM é muito efetivo para uma boa gestão de leads, já que permite segmentar clientes, configurar funil de vendas e acompanhar todas as interações com sua empresa. 

Para ajudar, trazemos 5 dicas de como aproveitar o CRM para gestão de leads eficaz. Então, aproveita para utilizar o seu CRM em todas suas possibilidades: 

#1 CRM para o funil de vendas

Já falamos disso, mas é sempre bom repetir: construir um funil de vendas com base nas informações do seu CRM é fundamental para estruturar campanhas e estratégias do seu time comercial. 

O Funil de Vendas é uma ferramenta muito importante quando falamos em usuário/cliente. 

Ao entender em que estágio do funil está o seu prospect, você poderá oferecer aquilo que melhor atenda suas necessidades, naquele momento, construindo um relacionamento duradouro e fidelizando o cliente. 

#2 Automação de marketing com o CRM

Outra dica para uma gestão de leads efetiva é utilizar o CRM para automatizar suas estratégias de marketing e suas réguas de e-mail. 

Como o CRM apresenta todas as interações do seu público, fica fácil segmentá-lo em grupos por interesses, engajamento e qualificação. Assim, pode criar uma comunicação específica para cada grupo, tornando a relação muito mais pessoal e personalizada.

#3 Otimização de campanhas com o CRM

Da mesma forma, o marketing pode se beneficiar com o CRM a partir de dados que permitam otimização de suas campanhas, digitais ou não.

Ao avaliar a qualidade dos leads obtidos, pode aumentar o investimento nas campanhas com mais potencial, reduzir campanhas com resultados insatisfatórios, rever segmentações e até mesmo conteúdo dos anúncios. 

Com isso, o marketing pode aumentar a geração de leads qualificados sem precisar investir mais dinheiro: estará, apenas, otimizando o orçamento já investido.

#4 Atendimento ao cliente via CRM

Um bom CRM também costuma oferecer a possibilidade de atendimento em tempo real ao cliente, seja por chat ou outro meio. Com isso, você consegue atender de forma eficaz e ágil, em qualquer momento da negociação.

O pós-vendas também pode ser beneficiado com a ferramenta, reduzindo impactos de possíveis problemas encontrados pelo cliente. Lembre-se que um bom atendimento é essencial para fidelização do seu público. 

O atendimento é considerado, por muitos, mais relevante do que o produto ou serviço, em si. Então, não peque nisso!

#5 Inovações com base no CRM

Por fim, mas não menos importante, nossa dica é usar as informações que o CRM oferece para inovar! Isso mesmo: você terá dados suficientes para entender o comportamento do seu público. 

Com isso, poderá identificar oportunidades de novos produtos ou serviços, apoiando os outros setores no desenvolvimento de inovações, que atendam às expectativas, necessidades ou vontades do seu público. 

Quer jeito melhor de vender do que formatar uma solução que caia como uma luva para determinado cliente? Não precisa de muito argumento se você priorizar o seu prospect e entender, profundamente, o que ele deseja ou precisa. 

Conheça o BomControle

O BomControle é um ERP completo que, entre outras funcionalidades, oferece um CRM para gestão de leads e controle das informações comerciais da sua empresa, otimizando seu processo de vendas.

Além disso, por ser um sistema único de gestão, tem todos os setores integrados, otimizando processos entre os departamentos. 

Uma negociação que vira venda, por exemplo, é facilmente identificada no módulo financeiro, no módulo de vendas e no estoque, em caso de produtos. Com isso, sua empresa otimiza processos e reduz o tempo de atendimento ao cliente. 

Sem falar da redução de erros e no melhor controle do seu negócio. Sem dúvida, você só terá a ganhar! 

Conheça os módulos disponíveis no sistema: 

O módulo de CRM, especificamente, oferece funcionalidades fundamentais para uma boa gestão de leads. Confira: 

  • Crie listas e notificações para atividades que precisam ser executadas com prazos;
  • Gerencie perdas e oportunidades baseado em dados;
  • Otimize tempo automatizando atividades repetitivas, e aborde mais contatos por semana;
  • Gerencie todas as suas oportunidades em negociação;
  • Acompanhe de perto o status de cada negociação em andamento;
  • Entenda os gargalos do seu processo para buscar oportunidades de melhoria;
  • Tenha uma projeção de vendas, apoiando sua previsão orçamentária;
  • e muito mais!

Faça um teste gratuito do CRM do BomControle por 15 dias e tome sua decisão definitiva. Não precisa informar cartão de crédito: você só paga se gostar.

Conclusão

Entender o que é CRM e como ele pode apoiar o seu comercial é fundamental para ter melhores resultados em sua operação.


Neste artigo, você entendeu o que é CRM e como ele pode apoiar sua gestão de leads, independente do porte ou segmento da sua empresa. 

A verdade é que, com a tecnologia disponível, o cliente deve estar no centro de toda estratégia, seja comercial, marketing ou produção. 

O CRM, assim, é uma ferramenta fundamental para melhor analisar as informações disponíveis, orientar as decisões e segmentar o público, direcionando argumentos e campanhas assertivas para cada pessoa. 

Com isso, você aumenta suas oportunidades de vendas, corrige as falhas operacionais e melhora os resultados financeiros do seu negócio. 

Conte com o BomControle, um ERP completo com módulo de CRM para uma gestão inteligente dos seus leads. Experimente grátis!

Você também pode gostar destes artigos que separamos: 

Obrigado por ler até aqui!