O que é ERP – Enterprise Resource Planning e para que serve?

O que é ERP? Sem dúvida, você já se fez essa pergunta antes. Isso porque ERP é um termo cada vez mais comum entre empresários e gestores que buscam melhorar os seus processos e aumentar os resultados do seu negócio.

Sigla para Enterprise Resource Planning, o ERP é um sistema que auxilia o gestor no controle e padronização de seus processos, automatizando operações e melhorando o desempenho das equipes.

O sistema integrado de gestão é uma ferramenta indispensável para o crescimento sustentável de qualquer empresa, independente do porte ou setor.

Existem diversos tipos de ERP e as vantagens não inúmeras. Quer saber mais sobre isso? Continua lendo. Neste artigo, você vai aprender:

  • O que é ERP
  • Para que serve um ERP
  • Tipos de ERP
  • ERPs mais utilizados no Brasil
  • ERP e CRM: qual a diferença?

Boa leitura!

[vc_row][vc_column css=”.vc_custom_1557248099697{margin-top: -35px !important;margin-bottom: 40px !important;border-radius: 4px !important;}”][rt_calltoaction_style calltoaction_background_color=”#efefef” calltoaction_overlay_color=”#00beb2″ calltoaction_title=”Sistema ERP na Nuvem” calltoaction_title_align=”center” calltoaction_content=”Automatize a Gestão da sua empresa de forma integrada entre os setores” calltoaction_subtitle=”Conheça agora!” calltoaction_button_title=”TESTE GRÁTIS” calltoaction_title_color=”#424242″ calltoaction_title_font_size=”30″ calltoaction_title_line_height=”34″ calltoaction_content_color=”#545454″ calltoaction_content_font_size=”20″ calltoaction_content_line_height=”24″ calltoaction_subtitle_color=”#545454″ calltoaction_subtitle_font_size=”20″ calltoaction_subtitle_line_height=”20″ calltoaction_button_title_color=”#ffffff” calltoaction_button_title_hover_color=”#ffffff” calltoaction_button_background_hover_color=”#f78547″ calltoaction_button_font_size=”20″ calltoaction_button_font_weight=”900″ calltoaction_button_link=”url:/erp-teste-gratis||target:%20_blank|” call_to_action_button_design=”.vc_custom_1557247905596{border-top-width: 6px !important;border-right-width: 6px !important;border-bottom-width: 6px !important;border-left-width: 6px !important;background-color: #f78547 !important;background-position: center !important;background-repeat: no-repeat !important;background-size: contain !important;border-left-color: #f78547 !important;border-left-style: solid !important;border-right-color: #f78547 !important;border-right-style: solid !important;border-top-color: #f78547 !important;border-top-style: solid !important;border-bottom-color: #f78547 !important;border-bottom-style: solid !important;border-radius: 15px !important;}”][/vc_column][/vc_row]

O que é ERP

o-que-e-erp-1

ERP é um sistema integrado de gestão empresarial.

ERP é a sigla para Enterprise Resource Planning, que pode ser traduzida livremente para Planejamento de Gestão Empresarial. 

É um sistema que interliga departamentos, processos e operações de uma empresa, buscando facilitar a rotina  e apoiar as decisões estratégicas do gestor.

Assim, a ferramenta auxilia tanto no operacional quanto no planejamento estratégico do negócio, impactando, inclusive, os resultados financeiros da empresa.

Além disso, o ERP também é uma forma de implementar na sua empresa uma gestão de processos.

Dessa forma, o gestor pode controlar melhor a qualidade e incentivar a melhoria contínua – uma cultura fundamental para quem deseja manter ou ampliar seu market share.

Algumas vantagens do ERP são:

  • Aumento da qualidade dos produtos ou serviços;
  • Melhora da eficiência e eficácia dos processos;
  • Maior produtividade das equipes;
  • Redução de erros e refações;
  • Maior controle das despesas, reduzindo gastos;
  • Melhor gestão de estoque;
  • Redução de inadimplência;
  • Melhor controle financeiro;
  • Visão clara e transparência da situação econômica da empresa;
  • Otimização da tomada de decisão;
  • Eliminação de tarefas redundantes;
  • Automatização de tarefas operacionais de rotina;
  • E muito mais!

Enterprise Resource Planning – Conceito

Os sistemas de controle de estoque foram os pioneiros a unificar gestão e tecnologia, ainda na década de 50. Vinte anos depois, com a expansão econômica, surgiram os primeiros MRPs, sistemas para o planejamento da manufatura (produção).

O MRP era muito focado na operação e na indústria, mas já envolvia setores de compras, vendas e logística.

Quando o vendedor emitia uma nota, o setor de compras já sabia que precisaria adquirir matéria-prima para que a produção pudesse fabricar o produto vendido, por exemplo.

Foi na década de 80 que os sistemas começaram a introduzir novas funcionalidades, dessa vez mais gerenciais, ampliando o MRP para o ERP que conhecemos hoje. Nessa fase, foram adicionados módulos como gestão financeira e recursos humanos, por exemplo.

Assim, o ERP, ou planejamento de gestão empresarial (ou planejamento de recursos empresariais, se traduzido literalmente), se tornou uma ferramenta fundamental para o desenvolvimento de inúmeras empresas.

Para que serve um ERP

O ERP serve para que o gestor da empresa possa planejar, padronizar, acompanhar e melhorar os processos de sua empresa.

Automatizando as atividades, a empresa mantém o controle e o padrão de qualidade desejado em suas operações.

Além disso, auxilia na redução de custos, já que diminui os erros, permite a identificação de problemas e aumenta a produtividade da equipe.

Com o acesso às informações do negócio, o gestor pode tomar suas decisões estratégicas de forma mais assertiva. Por isso, o ERP permite uma gestão eficaz e eficiente, contribuindo para o crescimento sustentável da empresa.

Tipos de ERP

o-que-e-erp-tipos

Existem ERPs robustos, na nuvem e até gratuitos – tudo depende das necessidades do seu negócio.

O ERP é um sistema de gestão empresarial e, assim sendo, precisa atender as necessidades e expectativas de cada modelo de negócio.

Por isso, existem vários tipos de sistemas que podem ser adquiridos, utilizados ou desenvolvidos, de acordo a empresa e seu momento atual.

Vamos abordar, abaixo, os principais tipos. Observe que alguns são bastante específicos, enquanto outros já não acompanham bem o crescimento do negócio, por serem engessados ou antigos.

Tendo todos em mente, ficará mais fácil você entender o que é ERP e qual tipo melhor se adequa à sua empresa. Vamos lá?

O que é ERP legado

O ERP legado é um sistema antigo, construído com uma tecnologia já defasada e que não consegue acompanhar o crescimento e desenvolvimento da empresa.

Suas características principais são:

  • Utilizam tecnologias que já não evoluem mais, dificultando a manutenção do sistema;
  • Não permite desenvolvimento de novos módulos, de forma a acompanhar novos processos ou atender às mudanças ocorridas na empresa;
  • Podem exigir hardware (equipamento) exclusivo para seu funcionamento, como um servidor físico, por exemplo;
  • Não permitem integração com outros sistemas;
  • Suas funcionalidades não podem ser alteradas ou evoluídos, impossibilitando o uso para a melhoria contínua;
  • Não apresentam informações em tempo real;
  • Geralmente não possuem uma interface amigável, muitas vezes exigindo que o usuário decore códigos para utilizar o sistema;
  • Não permitem personalização de relatórios e apresentam números gerenciais confusos, dificultando a interpretação e a tomada de decisão.

ERP engessado

O ERP engessado ou o ERP muito focado para pequenos negócios tem como apelo o preço baixo. No entanto, a longo prazo, esses sistemas não possuem recursos fundamentais, obrigando a empresa a contratar sistemas adicionais ou acabar trocando de ERP.

Se você já passou por uma troca de sistema em algum momento da vida profissional, sabe o pesadelo que é. É muito desgastante, custoso e arriscado, já que informações importantes podem ser perdidas no processo.

Portanto, se você ainda não tem um ERP e está considerando contratar algum, pense a longo prazo: o ERP baratinho, de porta de entrada, vai atender o desenvolvimento da sua empresa?

O que é ERP gratuito

Seguindo na mesma linha dos ERPs engessados, temos os gratuitos. À primeira vista, pode parecer a melhor opção.

No entanto, o ERP gratuito oferece algumas claras desvantagens que não podem ser deixadas de lado. Confira:

  • Geralmente não oferece suporte técnico ou assistência/treinamento. Assim, a empresa precisa que um funcionário invista um tempo para conhecer a ferramenta e poder repassar a informação para demais equipes;
  • O ERP gratuito pode ser descontinuado a qualquer momento, prejudicando todo o histórico de informações da empresa e impactando de forma grave nos seus processos;
  • Podem não ser adequados às normas brasileiras, exigindo sistemas ou plugins adicionais para emissão de nota fiscal, por exemplo;
  • Não evolui com a mesma rapidez que a empresa pode se desenvolver, impedindo o acompanhamento completo do negócio.

[vc_row][vc_column css=”.vc_custom_1557248099697{margin-top: -35px !important;margin-bottom: 40px !important;border-radius: 4px !important;}”][rt_calltoaction_style calltoaction_background_color=”#efefef” calltoaction_overlay_color=”#00beb2″ calltoaction_title=”ERP – Experimente gratuitamente” calltoaction_title_align=”center” calltoaction_content=”Automatize a Gestão da sua empresa de forma integrada entre os setores” calltoaction_subtitle=”Conheça agora!” calltoaction_button_title=”TESTE GRÁTIS” calltoaction_title_color=”#424242″ calltoaction_title_font_size=”30″ calltoaction_title_line_height=”34″ calltoaction_content_color=”#545454″ calltoaction_content_font_size=”20″ calltoaction_content_line_height=”24″ calltoaction_subtitle_color=”#545454″ calltoaction_subtitle_font_size=”20″ calltoaction_subtitle_line_height=”20″ calltoaction_button_title_color=”#ffffff” calltoaction_button_title_hover_color=”#ffffff” calltoaction_button_background_hover_color=”#f78547″ calltoaction_button_font_size=”20″ calltoaction_button_font_weight=”900″ calltoaction_button_link=”url:/erp-teste-gratis||target:%20_blank|” call_to_action_button_design=”.vc_custom_1557247905596{border-top-width: 6px !important;border-right-width: 6px !important;border-bottom-width: 6px !important;border-left-width: 6px !important;background-color: #f78547 !important;background-position: center !important;background-repeat: no-repeat !important;background-size: contain !important;border-left-color: #f78547 !important;border-left-style: solid !important;border-right-color: #f78547 !important;border-right-style: solid !important;border-top-color: #f78547 !important;border-top-style: solid !important;border-bottom-color: #f78547 !important;border-bottom-style: solid !important;border-radius: 15px !important;}”][/vc_column][/vc_row]

ERP para e-commerce

Cerca de 10 anos atrás, quando surgiram vários e-commerces, as empresas sentiram necessidade de integrar seus ERPs com os sistemas de venda online.

Como, na época, os ERPs legados dificultavam as integrações, surgiram os sistemas específicos para este fim. Algumas das funcionalidades apresentadas pelos backoffices são:

ERP para varejo

Os sistemas verticalizados para varejo costumam apresentar um sistema de ponto de venda, utilizado pela loja, e um sistema de retaguarda, onde a empresa gerencia estoque, vendas e financeiro.

São bastante simples e não possuem muitas funcionalidades de gestão e planejamento, mas se especializaram no setor, oferecendo funções específicas como comissão de vendedores e configuração de promoções.

Leia também: Backoffice: Como a tecnologia contribui para a Gestão Estratégica.

ERP para omnichannel

Com a mudança do comportamento do mercado, onde consumidores podem comprar produtos por inúmeros canais, como loja física, e-commerce, redes sociais e até whatsapp, os ERPs verticalizados para varejo e os backoffices para e-commerce precisaram evoluir.

Assim, surgiram os ERPs para omnichannel, contemplando todos os canais de negócios da empresa. Alguns dos avanços oferecidos por este modelo de sistema são:

  • Permite fácil integração com outros sistemas ou plataformas;
  • Permite integração com diversos meios de pagamentos;
  • Possibilita habilitar ou integrar módulos para controle de fraudes;
  • Tem fácil integração com correios ou operadoras de transporte, facilitando o controle da logística;
  • Permite um bom planejamento e gerenciamento de estoque;
  • Oferece solução completa para gestão de compras;
  • Possibilita personalização do fluxo dos processos, através de ferramentas como BPM, sendo prático, também, para modelagem e atualização, permitindo aplicação de conceitos de melhoria contínua e gestão da qualidade;
  • Geralmente é apresentado no modelo SaaS, alugando o sistema e não precisando se preocupar com questões de infraestrutura, além de contar com a segurança de ter suas informações na nuvem.

O que é ERP Cloud

Os modelos mais atuais de ERP já são Cloud, ou seja, em nuvem. Isso significa que você não precisa instalar o programa nas máquinas de seu pessoal – o que exigiria maior infraestrutura e até uma equipe técnica disponível para manutenção.

O ERP Cloud tem acesso online, através de login e senha, e mantém suas informações em nuvem, dando mais segurança e privacidade aos dados.

ERPs mais utilizados no Brasil

erp-mais-usados-no-brasil

No Brasil, os ERPs online já estão ganhando a preferência das empresas de todos os portes.

No Brasil, os usuários já estão tendendo para sistemas online, que permitem mais liberdade de aplicação e personalização, além da segurança e baixo custo. 

Algumas empresas se destacam no setor quando falamos em ERP, e vamos falar sobre cada uma delas agora:

ERP BomControle

O BomControle é um ERP em nuvem no modelo SaaS (software as a service), em que você cria um usuário, configura os módulos de acordo com a necessidade da sua empresa e utiliza online, logando na plataforma.

Para saber como funciona, assista ao vídeo demonstrativo:

Conheça os módulos disponíveis:

  • Gestão Financeira: rápido acesso às rotinas do dia a dia, para pagar e receber títulos em aberto, conciliar contas, analisar fluxo de caixa dentre várias outras funcionalidades, assim como acessar todos os dados e cadastros gerenciados pelo departamento financeiro;
  • Controle de Estoque: gestão completa de estoque de forma integrada. Utilize para a entrada das notas de seus fornecedores, criar pedidos internos e dar as baixas no estoque, além de transferir produtos entre locais de estoque e gerenciar cadastros;
  • Controle de Vendas: controle unificado de todo o processo de orçamento e venda, geração de venda avulsa, contratos recorrentes ou parcelados e emissão de notas fiscais;
  • CRM: tenha o registro de reuniões, conversas, oportunidades (abertas, ganhas ou perdidas), pontos de contato com as organizações, e as tarefas e compromissos agendado com seus clientes;
  • Gestão de Processos: garanta mais controle sobre as atividades do seu negócio. Crie e ajuste processos de forma automatizada com uma ferramenta de BPM intuitiva e colaborativa;
  • Service Desk: conte com os conhecimentos difundidos no ITIL, na gestão estratégica e planejada de serviços, tendo tudo registrado para análise e acompanhamento do atendimento e na resolução dos problemas.

Para conhecer o sistema, você pode experimentar as funcionalidades por um período gratuito, e só paga se gostar. Faça um teste!

ERP SAP

Produto principal da SAP AG, empresa alemã, é um sistema robusto do tipo legado.

Assim, a empresa precisa contar com equipamentos que permitam a instalação e desempenho do sistema, além de necessitar do apoio técnico de profissionais SAP para configurações, atualizações e afins.

Para contratar, é preciso comprar o número de licenças necessário para as pessoas que utilizarão o ERP, e possuir um servidor para backup das informações, que não ficam em nuvem.

ERP Totvs

A Totvs é outra empresa conhecida quando se fala em sistemas de tecnologia e oferece um ERP com diversos módulos para gerenciamento do negócio.

No entanto, o sistema é desenvolvido em uma linguagem própria da empresa.

Dessa forma, o cliente fica amarrado ao seu consultor de vendas caso queira qualquer alteração ou evolução da plataforma, além da manutenção preventiva e reativa, já que não poderá contar com outros profissionais de desenvolvimento para este fim.

ERP e CRM: qual a diferença?

No mundo dos negócios, o gestor se depara com diversas siglas que podem gerar dúvidas. CRM, ERP, BPM são alguns exemplos.

Em muitos casos, a empresa entende que precisa de um CRM quando, na verdade, o ERP pode ser mais efetivo – especialmente porque alguns ERPs, como o da BomControle, já oferecem o módulo de CRM.

Enquanto o ERP permite o controle de todos os processos da empresa, o CRM possibilita o gerenciamento dos processos comerciais, a fim de melhorar o relacionamento com o cliente.

Mas, é importante entender que o relacionamento com o cliente só será realmente positivo se a empresa puder oferecer qualidade em todas suas operações.

Por esse motivo, o ERP é o sistema mais completo para o seu negócio. Considere um modelo que ofereça um bom CRM e tenha uma gestão eficaz na sua empresa.

[vc_row][vc_column css=”.vc_custom_1557248099697{margin-top: -35px !important;margin-bottom: 40px !important;border-radius: 4px !important;}”][rt_calltoaction_style calltoaction_background_color=”#efefef” calltoaction_overlay_color=”#00beb2″ calltoaction_title=”Sistema ERP na Nuvem” calltoaction_title_align=”center” calltoaction_content=”Automatize a Gestão da sua empresa de forma integrada entre os setores” calltoaction_subtitle=”Conheça agora!” calltoaction_button_title=”TESTE GRÁTIS” calltoaction_title_color=”#424242″ calltoaction_title_font_size=”30″ calltoaction_title_line_height=”34″ calltoaction_content_color=”#545454″ calltoaction_content_font_size=”20″ calltoaction_content_line_height=”24″ calltoaction_subtitle_color=”#545454″ calltoaction_subtitle_font_size=”20″ calltoaction_subtitle_line_height=”20″ calltoaction_button_title_color=”#ffffff” calltoaction_button_title_hover_color=”#ffffff” calltoaction_button_background_hover_color=”#f78547″ calltoaction_button_font_size=”20″ calltoaction_button_font_weight=”900″ calltoaction_button_link=”url:/erp-teste-gratis||target:%20_blank|” call_to_action_button_design=”.vc_custom_1557247905596{border-top-width: 6px !important;border-right-width: 6px !important;border-bottom-width: 6px !important;border-left-width: 6px !important;background-color: #f78547 !important;background-position: center !important;background-repeat: no-repeat !important;background-size: contain !important;border-left-color: #f78547 !important;border-left-style: solid !important;border-right-color: #f78547 !important;border-right-style: solid !important;border-top-color: #f78547 !important;border-top-style: solid !important;border-bottom-color: #f78547 !important;border-bottom-style: solid !important;border-radius: 15px !important;}”][/vc_column][/vc_row]

Conclusão

O ERP é um sistema fundamental para o crescimento sustentável de qualquer negócio.

Como gestor, é fundamental que você saiba o que é ERP e como este sistema pode auxiliar no desenvolvimento do seu negócio.

Empresas que não possuem um bom controle de suas informações e processos cometem mais erros, gastam mais, não conseguem um bom padrão de qualidade nem podem evoluir suas operações através de uma cultura de melhoria contínua, pois falta acompanhamento.

Por isso, para um crescimento sustentável, o gestor precisa ter dados estratégicos confiáveis e manter sua operação sob controle, padronizando processos, mapeando responsáveis e gerenciando corretamente seu financeiro. 

Para mais dicas de como melhorar a gestão de sua empresa, confira os artigos que separamos para você:

 

Sistema ERP: aprenda a escolher o ERP ideal para o seu negócio

Sistema ERP é um sistema de gestão que controla e centraliza as informações de diferentes setores, como Compras, Vendas, Financeiro, Contábil, Estoque, Processos e Atendimento ao Cliente, oferecendo ao gestor uma visão completa e integrada do seu negócio.

Para administrar uma empresa, o empreendedor precisa utilizar recursos e ferramentas que apoiem seu trabalho. Caso contrário, é muito difícil manter as atividades sob controle, e praticamente impossível tomar decisões com base em dados – já que a tendência é que a empresa acabe sendo mais desorganizada.

Se você quer melhorar a gestão da sua empresa, recomendamos, também, a leitura do artigo: 8 Passos simples para profissionalizar a gestão da sua empresa

Um sistema ERP, além de apoiar o gestor a nível estratégico, também é uma forma de otimizar o trabalho de todos os setores, automatizando as tarefas repetitivas e cotidianas.

Como resultado, sua empresa conquista funcionários mais engajados e satisfeitos, que dedicam seu tempo e esforço para atividades mais estratégicas.

Para entender o que é um sistema ERP e como ele pode auxiliar a melhorar os resultados da sua operação, continue lendo. Neste artigo, você vai aprender:

  • Sistema ERP: o que é e para que serve
  • Benefícios de um sistema ERP
  • Como funciona um sistema ERP
  • Quais os sistemas ERPs mais conhecidos
  • Como escolher o ERP ideal para sua empresa

Boa leitura!

 

Sistema ERP: o que é e para que serve

O que é ERP

Sistema ERP é um software específico para a gestão de uma empresa.

ERP é a sigla para Enterprise Resource Planning que, em tradução livre, significa Recurso de Planejamento Empresarial. Ou seja: o sistema ERP é um software completo para a gestão de um negócio.

Com esse tipo de sistema, os gestores têm acesso integrado às informações estratégicas da empresa, com a garantia da segurança e integridade dos dados.

A partir desses dados, o gestor pode:

  • identificar oportunidades de melhorias ou vantagens competitivas;
  • tomar decisões relacionadas ao planejamento estratégico;
  • acompanhar os principais KPI’s do negócio;
  • avaliar o desempenho das equipes;
  • perceber oportunidades para novos investimentos ou para redução de custos, sem comprometer os resultados do negócio;
  • identificar possíveis falhas e erros de processo, em tempo hábil para uma ação corretiva eficaz;
  • e muito mais.

Portanto, o sistema ERP é uma forma de automatizar processos. Porém, mais do que isso, o ERP colabora para uma gestão de negócios eficiente, permitindo o crescimento sustentável dos resultados da empresa.

 

Benefícios de um sistema ERP

sistema-erp-o-que-e

O sistema ERP permite uma gestão integrada, mas também traz outros benefícios à empresa, como o aumento da produtividade.

O sistema ERP traz inúmeras vantagens para o negócio. A mais óbvia é a integridade dos dados para embasar as decisões estratégicas.

Vamos conhecer, abaixo, outros benefícios que você pode perceber na sua operação, com a implementação de um ERP de qualidade.

 

Aumento da produtividade

O sistema ERP automatiza diversos processos, facilitando a rotina dos profissionais e reduzindo o número de atividades repetitivas.

Dessa forma, a equipe consegue se comprometer com mais entregas, sem precisar crescer o número de funcionários. O aumento de produtividade é um indicador importante para a empresa, pois impacta diretamente nos resultados financeiros do negócio.

 

Redução de custos

Com o aumento da produtividade e a redução de erros manuais, você também evita retrabalhos, prejuízo no uso de materiais e de tempo. Todas essas melhorias causam efeito nas despesas, que podem ser reduzidas com o uso do sistema ERP.

Além disso, o sistema ERP permite que o gestor identifique custos desnecessários ou oportunidades para revisão de orçamento, reduzindo ainda mais suas despesas.

Você sabe que os custos de uma empresa podem ser a razão pela qual ela não consegue crescer no mercado. Então, ter um bom controle desses números, pode auxiliar diretamente a sustentabilidade do negócio.

 

Aumento do índice de satisfação

Funcionários que podem utilizar suas competências para contribuir de forma mais estratégica, tendem a ser mais engajados e felizes. É fácil de entender isso: imagine, diariamente, realizar uma contagem manual de todos os produtos do estoque, por exemplo.

Chato, né? Depois de pouco tempo, além do funcionário estar potencialmente decepcionado com a sua atividade, a chance de erro é muito grande (o processo pode entrar no automático e com a insatisfação, o cuidado pode ser reduzido).

Com um sistema ERP, você pode ter esse controle de estoque e inventário de forma automatizada, e o funcionário poderá se dedicar às tarefas que auxiliem na conquista dos objetivos estratégicos da empresa. Muito mais desafiador, certo?

Mas não é só a satisfação do funcionário que aumenta: a dos clientes, também! 

O sistema ERP permite a padronização nos processos e melhor controle sobre possíveis erros, garantindo a qualidade esperada nos produtos e serviços, incluindo no atendimento ao cliente.

Em resumo, o sistema de gestão é bom para conquistar, fidelizar e satisfazer clientes internos e externos. Assim, a empresa reduz problemas de absenteísmo ou rotatividade de equipe, aumenta sua receita e fortalece sua marca no mercado.

 

Centralização das informações

Um ponto fundamental do sistema ERP é a centralização das informações. Vamos imaginar o seguinte cenário: você é gestor de uma empresa, e cada departamento tem um coordenador responsável.

Sem sistema de gestão para unificar os setores, cada coordenador desenvolveu seu próprio método para acompanhamento das demandas e dos indicadores. Você, como gestor da empresa, precisa ser capaz de analisar todos esses anos e, de preferência, cruzar as informações.

Por exemplo: os dados que o setor de compras reportou precisam estar de acordo com o volume de entregas realizadas pela produção. Mas, convenhamos: é quase impossível que isso aconteça, se os registros não forem padronizados e centralizados em um só lugar.

Se puderem ser preenchidos de forma automática, então, melhor ainda! É isso que o sistema ERP oferece: um ambiente único para acesso de informações segmentadas por setor, ou cruzadas e integradas, através de relatórios gerenciais que apoiem as decisões.

 

Melhoria contínua

Com tantas informações e dados disponíveis ao gestor, implementar uma cultura de melhoria contínua não fica tão difícil.

Através de módulos como gestão de processos, a empresa pode ir ajustando sua metodologia de trabalho, identificado erros, corrigindo falhas e buscando melhoria na qualidade nas entregas, o tempo todo.

 

Como funciona um sistema ERP

Em geral, o ERP possui uma estrutura modular. Ou seja: um único programa oferece módulos para as diferentes áreas dentro da empresa. 

Assim, cada departamento tem suas necessidades atendidas através de funções específicas, mas você mantém a integração dos dados, sendo possível extrair relatórios que tragam uma visão completa de toda a operação.

Por sua estrutura, o ERP facilita as atividades rotineiras da empresa, aumenta a segurança das informações estratégicas e oferece inteligência de análise, auxiliando no acompanhamento e controle do gestor.

 

Quais os sistemas ERPs mais conhecidos

sistema-erp-mais-conhecidos

Existem sistemas ERPs de variados modelos, mas os tipos online têm sido a preferência dos usuários.

O sistema ERP é formado por três partes:

  • Código: que é como o sistema é desenvolvido. Tem a ver com a linguagem escolhida para a programação, o que poderá influenciar questões de instalações em servidor ou usabilidade, mas, em geral, não é uma parte que a empresa contratante tenha contato.
  • Banco de Dados: o local onde serão armazenadas todas as informações capturadas e tratadas pelo sistema. Esse é um item de extrema importância e você precisa ter certeza de que o banco de dados do sistema escolhido atenda suas necessidades.
  • Interface: ou seja, a “cara” do sistema. Já existem sistemas amigáveis, intuitivos e bastante fáceis de entender pelo usuário.

Essas três partes do sistema podem ser oferecidas no modelo On-Premise, em que o sistema é instalado no computador, sendo um executável como outro qualquer. Neste modelo, você só tem acesso ao sistema a partir da(s) máquina(s) que possuem o programa instalado.

No entanto, atualmente, muitas empresas investem em formatos de trabalho diferenciados, oferecendo maior mobilidade aos seus funcionários. Assim, os sistemas ERP em nuvem estão ganhando mais espaço entre os usuário.

Neste caso, você não precisa fazer download nem instalar nada em sua máquina: o sistema roda em servidores da empresa fabricante, e você utiliza o sistema no formato de assinatura.

Uma vantagem, neste modelo, é que o suporte, atualizações e evoluções do programa são realizados pela empresa desenvolvedora – aliviando seu departamento de TI, que pode focar na qualidade do help e service desk.

 

Sistema ERP em nuvem

O BomControle é um exemplo de ERP em nuvem. O sistema, no modelo SaaS (Software as a Service), oferece diferentes módulos para atendimento das tarefas da empresa, a partir de uma mensalidade.

O acesso é online e inclui aplicativo para garantia da mobilidade do gestor, que pode consultar informações importantes a qualquer momento.

Sistema ERP em nuvem

Centralize as atividades e integre seus processos em um só lugar!

Conheça os módulos disponíveis neste sistema:

Para conhecer o sistema, você pode experimentar as funcionalidades por um período gratuito, e só paga se gostar. Faça um teste!

 

Sistema ERP On-Premise

Como exemplos de sistemas executáveis, ou seja, aqueles que você precisa instalar nas máquinas da sua empresa, os mais conhecidos são o Totvs e o SAP.

Ambas as empresas oferecem sistemas bem robustos e exigem profissionais especialistas para sua implementação e manutenção.

O público ideal para estes modelos são empresas de grande porte, que precisam movimentar um volume muito grande de dados ou buscam integrações com outras áreas complexas, como produção, por exemplo.

 

Como escolher o ERP ideal para sua empresa

Agora que você já conhece os tipos de ERP e aprendeu um pouco sobre os sistemas mais conhecidos do mercado, vamos dar algumas dicas importantes que podem lhe auxiliar na hora de escolher o sistema ERP ideal para você.

Considere:

 

Processos prioritários

Defina os processos prioritários que devem, obrigatoriamente, estar integrados ao sistema. Então, dentre suas opções, avalie aqueles que oferecem módulos para gestão destes processos.

Considere, também, se os módulos possuem as funcionalidades ou tarefas adequadas à rotina do seu departamento.

 

Quantidade de usuários

Outro item importante e que pode, inclusive, afetar no custo da solução escolhida, é a quantidade de usuários que irão utilizar o sistema.

Defina quantas pessoas vão necessitar de acesso diário e verifique se os sistemas cobram por usuário ou oferecem pacotes para grupos de usuários, por módulo.

 

Implantação

Procure sistemas que apresentem fácil implantação.

Toda mudança provoca ansiedade e conflitos internos. Assim, um sistema que seja simples de utilizar e incluir na rotina dos profissionais, pode evitar uma crise e engajar melhor os profissionais.

 

Acessibilidade

Ainda que sistemas executáveis possam parecer mais robustos e seguros, os sistemas ERP em nuvem são a melhor opção para atender às necessidades do mundo moderno.

Com os dados armazenados em servidores externos você reduz, inclusive, as ameaças de infecções. Além disso, pode acessar o sistema a qualquer momento e de qualquer lugar ou dispositivo. Essa mobilidade fará toda a diferença no seu dia a dia.

 

Escalabilidade

Se você possui uma empresa pequena e está buscando um sistema ERP para organizar sua gestão, parabéns! Esse é o segredo para construir uma sólida base e permitir o crescimento do seu negócio.

Mas é importante garantir que o sistema acompanhe esse crescimento, para que você não precise mudar de software de tempos em tempos.

 

Relatórios gerenciáveis

O sistema oferece relatórios prontos e fixos, ou você consegue gerenciar e cruzar as informações que deseja, montando relatórios de acordo com seus objetivos?

Essa informação é importante, pois evita frustrações depois do sistema contratado. Assim, você garante que suas expectativas serão atendidas.

 

Suporte técnico

Por último, temos o suporte técnico. Independentemente se em nuvem ou on-premise, você precisa ter certeza de que o sistema escolhido oferece um bom suporte técnico, a qualquer momento.

Imagine sua empresa a pleno vapor, véspera de férias coletivas, colocando todas as informações e relatórios em dia, cumprindo com as obrigações legais, e, do nada, o sistema sai fora do ar ou trava. Este tipo de falha pode ter um impacto muito negativo e comprometer todo o planejamento da empresa.

Então, assegure-se de que o sistema oferece canais de contato e agilidade no suporte técnico, reduzindo os riscos de indisponibilidade.

 

Conclusão

sistema-erp-conclusao

O sistema ERP é uma ferramenta de apoio ao crescimento sustentável da organização.

Como vimos, o sistema ERP é uma ferramenta de apoio ao gestor, que possibilita o crescimento sustentável da empresa. Isso porque reduz as possibilidades de erros, dá suporte ao controle da gestão da qualidade e fornece indicadores financeiros.

Além disso, garante integridade e confiabilidade dos dados, essenciais tanto para uma análise mais assertiva, quanto para o cumprimento das obrigações fiscais.

Para mais dicas sobre gestão de empresas e otimização de processos, confira estes artigos:

Gostou deste conteúdo? Compartilhe em suas redes sociais! Se ficou alguma dúvida, deixe um comentário.

 

Afinal, quanto custa implantar um sistema ERP na empresa?

Implantar um sistema ERP na sua empresa é uma demanda fundamental, tendo em vista como essas plataformas ajudam no desenvolvimento das tarefas no cotidiano de trabalho. Esse procedimento tem suas particularidades e, naturalmente, custos que envolvem a instalação e adaptação da plataforma.

Neste post você vai entender melhor quais são os investimentos evolvidos na implantação do sistema, conhecendo cada uma das etapas que vão demandar custos da empresa. Confira a seguir!

O que é um sistema ERP

O Enterprise Resource Planning ou Planejador de Recursos da Empresa é um software que integra diversas atividades de diversos setores da organização.

Assim, ele reúne informações contábeis, logísticas, de processo e outras em um mesmo lugar. Seus maiores benefícios são simplificar a gestão estratégica do negócio — permitindo análises aprofundadas de dados e tomada de decisão — organizar os processos da empresa e facilitar a divisão da rotina.

Licença de uso

Parte principal e inicial do processo de implantar um sistema ERP, a licença de uso é um custo fundamental para que a empresa tenha o direito de fazer o uso da plataforma. Essa licença é o que vai manter o sistema sempre atualizado e funcionando de maneira adequada, de forma otimizada.

A licença de um software como esse acontece de diferentes formas, autorizando à empresa o uso da plataforma em diferentes níveis, que são uma espécie de contratação. Há licenças mensais, anuais, semestrais e até mesmo as vitalícias, que dão à empresa o direito de fazer o uso por tempo ilimitado.

Dessa forma, com os diferentes tipos de licenças, os valores podem variar de acordo com o tempo que a empresa contratante desejar. Naturalmente, quanto mais ampla a licença, maior será o investimento.

Essa pode ser uma opção interessante caso a empresa identifique que o sistema é adequado, tem boa credibilidade e vai funcionar de forma eficiente e atualizada por bastante tempo.

Manutenção e suporte

A manutenção do sistema e o suporte continuado garantem o funcionamento adequado do software, algo fundamental em longo prazo. Assim, nenhum problema vai atrapalhar o andamento das demandas da empresa. Para que isso aconteça, há custos necessários para a empresa.

Os valores variam de acordo com a amplitude e complexidade desse suporte oferecido pela empresa desenvolvedora. As diferentes assinaturas podem ter cobertura mais ampla, que garantem manutenção a qualquer hora e de todos os níveis, enquanto outras são mais superficiais e básicas. Ou seja, custam menos, mas oferecem bom suporte à empresa contratante.

Nessa etapa é fundamental estudar qual é o melhor custo-benefício para a empresa. No momento de implantar um sistema ERP já será possível identificar qual será o nível de uso e o fluxo de trabalho, algo que se relaciona também ao tamanho da empresa. Assim, fechar manutenção e suporte apropriados garante adequação em valores e serviços.

Treinamento dos colaboradores

Operar uma nova plataforma requer adaptação e entrosamento entre colaboradores e o sistema. Por mais que, atualmente, seja um processo mais fácil por conta das facilidades tecnológicas, é importante garantir que os funcionários estejam ambientados à interface que vão usar diariamente, dali em diante.

A melhor forma de garantir isso é por meio de um treinamento específico, que tire qualquer dúvida dos colaboradores e introduza todas as funcionalidades do software. Assim, quando chegar a hora de trabalhar e executar o processo na plataforma, não haverá nenhum estranhamento.

A própria empresa desenvolvedora costuma oferecer os treinamentos para os colaboradores, com um custo determinado para essas aulas. O processo acontece de forma comum, com os funcionários da empresa desenvolvedora indo até a contratante para fazer essa apresentação e conduzir as aulas.

Adequação e customização

Um bom sistema é aquele completamente adequado à sua empresa. Um grande número de funcionalidades é um atrativo e tanto, oferecendo diversas possibilidades e facilitações no dia a dia do negócio, sem dúvida. Mas, de nada vão adiantar se a leitura das necessidades da empresa não for precisa. A customização é parte fundamental na hora de implantar um sistema ERP.

A plataforma, mesmo com todas suas funções e capacidades no seu modelo tradicional pode não ser o suficiente para a empresa contratante.

Para deixar o cotidiano de trabalho ainda mais dinâmico e facilitado, a customização é uma opção muito interessante e que mostra como o uso desses sistemas pode ser interessante, facilitando o dia a dia do negócio.

Para que o sistema fique com a cara da empresa contratante, é preciso um trabalho extra na programação e desenvolvimento da plataforma. Ou seja, uma espécie de retrabalho para os programadores visando à alta produtividade dos colaboradores da empresa contratante, que vai fazer uso de uma solução muito melhor adaptada. Os custos por essa adaptação, todavia, são mais altos, influenciando o valor final da implantação.

Taxas mensais

Após implantar um sistema ERP é necessário que ele funcione da melhor maneira possível. Por isso atualizações, correções e outras melhorias são constantes. Além disso, o direito de uso também é uma taxa mensal necessária para que todas as funcionalidades da plataforma fiquem possam ser aproveitadas.

As taxas mensais cobradas são comuns, e elas podem variar de acordo com o plano escolhido pela empresa. As diferentes licenças de uso e os níveis de manutenção e suporte vão fazer esse preço variar, incluindo os custos dessa escolha.

Por isso, é importante para a contratante estudar todas as opções antes de fechar negócio, para assim contar com um custo-benefício interessante. Estudar o quanto essas taxas impactam no orçamento mensal é uma tarefa fundamental e que vai ajudar a manter as finanças do negócio bem equilibradas.

Atenção aos detalhes

O custo de implementação da plataforma é algo muito importante, porém, é fundamental também que a empresa se atente a todas as funcionalidades que esse sistema vai oferecer. Sem recursos interessantes, essa contratação pode não ser a mais adequada, tornando o cotidiano de trabalho dificultado.

Para não ter surpresas é fundamental checar antes se o sistema disponibiliza as funcionalidades básicas e imprescindíveis para a atuação de colaboradores e gestores. Além disso, alguns pontos são fundamentais para analisar se vale a pena trabalhar com aquela plataforma.

Entre os principais pontos a serem observados estão:

  • suporte;
  • custo-benefício;
  • módulos disponíveis;
  • números de usuários que podem ser cadastrados;
  • amplitude de funcionalidades;
  • facilidade de operação;
  • velocidade do sistema.

Implantar um sistema ERP é uma etapa que requer muita atenção e, naturalmente, investimentos. Entretanto, com a escolha da melhor plataforma, esses custos vão se justificar e mostrar que a empresa vai se beneficiar em longo prazo.

Em busca de um sistema ERP eficiente para o seu negócio? Faça um teste grátis do ERP BomControle agora mesmo!

Dúvidas sobre implantação de um sistema ERP? Confira agora as respostas!

Desde que a tecnologia invadiu o mundo corporativo, as empresas deram um salto em relação à melhoria e ao controle dos processos. E grande parte disso se deve aos softwares de Enterprise Resource Planning (ERP ou Planejamento de Recurso Corporativo).

Se você está desenvolvendo um projeto de implantação de sistema ERP, precisa saber quais são os principais pontos para garantir o sucesso da operação. Isso porque a integração entre os departamentos só funcionará efetivamente quando todas as perguntas sobre as transformações provocadas por um sistema ERP forem respondidas.
[vc_row][vc_column css=”.vc_custom_1557268679484{margin-top: -35px !important;margin-bottom: 40px !important;border-radius: 4px !important;}”][rt_calltoaction_style calltoaction_background_color=”#efefef” calltoaction_overlay_color=”#00beb2″ calltoaction_title=”Sistema de Gestão Integrada” calltoaction_title_align=”center” calltoaction_content=”Automatize as atividades dos departamentos da sua empresa de forma integrada e eficiente” calltoaction_subtitle=”Conheça agora!” calltoaction_button_title=”TESTE GRÁTIS” calltoaction_title_color=”#424242″ calltoaction_title_font_size=”30″ calltoaction_title_line_height=”36″ calltoaction_content_color=”#545454″ calltoaction_content_font_size=”18″ calltoaction_content_line_height=”24″ calltoaction_subtitle_color=”#545454″ calltoaction_subtitle_font_size=”20″ calltoaction_subtitle_line_height=”20″ calltoaction_button_title_color=”#ffffff” calltoaction_button_title_hover_color=”#ffffff” calltoaction_button_background_hover_color=”#f78547″ calltoaction_button_font_size=”20″ calltoaction_button_font_weight=”900″ calltoaction_button_link=”url:https%3A%2F%2Fmateriais.bomcontrolecop.wpengine.com%2Ferp-teste-gratis%2F||target:%20_blank|” call_to_action_button_design=”.vc_custom_1557277142778{border-top-width: 6px !important;border-right-width: 6px !important;border-bottom-width: 6px !important;border-left-width: 6px !important;background-color: #f78547 !important;background-position: center !important;background-repeat: no-repeat !important;background-size: contain !important;border-left-color: #f78547 !important;border-left-style: solid !important;border-right-color: #f78547 !important;border-right-style: solid !important;border-top-color: #f78547 !important;border-top-style: solid !important;border-bottom-color: #f78547 !important;border-bottom-style: solid !important;border-radius: 15px !important;}”][/vc_column][/vc_row]

Neste contexto, o artigo de hoje traz 8 questões que costumam pairar na mente de todo gestor ao desenvolver um projeto desse nível. Confira!

1. Por que é tão comum haver resistência ao sistema ERP?

Por melhor que seja para a empresa a integração de todos os setores, um projeto de implantação de sistema ERP pode enfrentar algumas resistências por parte das chefias ou até dos colaboradores. E é fácil entender o porquê.

Inicialmente, um sistema que integra todos os dados e processos de uma companhia movimenta demais os departamentos e exige o abandono de antigos hábitos de trabalho. Isso acaba afetando muitos cargos e culturas.

Pessoas que executam suas tarefas de uma mesma maneira há anos dificilmente estarão abertas a aprender tudo de novo. Essa é a principal razão para que haja resistência, dentro da própria companhia, a um novo sistema ERP.

2. O sistema ERP pode ser entendido como uma ameaça?

Para alguns colaboradores, o projeto de implantação de sistema ERP é uma ameaça. Esse sentimento acomete principalmente aqueles funcionários que têm suas rotinas de trabalho muito alteradas pela automação.

As modificações significativas que algumas funções sofrem acabam gerando um receio de que os softwares dispensem as atividades humanas. E essa desconfiança tem fundamento, uma vez que os sistemas ERP realizam inúmeras tarefas que antes só competiam aos funcionários.

Entretanto, cabe também a um projeto de implantação eficiente esclarecer e compreender os anseios de todos os personagens envolvidos. É preciso conduzir o processo sem causar pânico e trabalhar sobre a perspectiva de que a automação será uma aliada (e não um perigo).

3. Como mudar a cultura organizacional?

Trata-se de uma pergunta que tem muitas respostas. Isso porque não é nada fácil conduzir um processo de mudança na cultura organizacional de uma companhia que vem trabalhando de forma incorreta e improdutiva há muitos anos.

Mas podemos dizer que a transformação da cultura organizacional tem que começar com um grande comprometimento por parte da direção. É dela que deve partir a adoção completa do sistema ERP.

Com o empenho de diretores e gerentes no projeto, fica mais fácil conduzir as mudanças. Esse é o primeiro passo para transformar a cultura organizacional de uma empresa.

4. Como conseguir o engajamento de todos os funcionários?

Conduzir os processos de forma transparente é um bom começo para engajar seu quadro de funcionários, mas há questões práticas que devem ser consideradas. A mais elementar delas é formar uma equipe com membros de todos os setores.

Eles serão os responsáveis pelo acompanhamento de todo o projeto e a consequente instalação de cada módulo em seu respectivo departamento, seja contabilidade, marketing, compras, logística, estoque, recursos humanos, financeiro, faturamento, produção ou outro.

Em seguida, é preciso treinar, treinar e treinar. Ofereça capacitação para os envolvidos direta e indiretamente nas operações. Somente a conscientização fará com que seus colaboradores abracem todas as transformações provocadas pela implantação de um novo sistema de ERP.
[vc_row][vc_column css=”.vc_custom_1557268679484{margin-top: -35px !important;margin-bottom: 40px !important;border-radius: 4px !important;}”][rt_calltoaction_style calltoaction_background_color=”#efefef” calltoaction_overlay_color=”#00beb2″ calltoaction_title=”Sistema de Gestão Integrada” calltoaction_title_align=”center” calltoaction_content=”Automatize as atividades dos departamentos da sua empresa de forma integrada e eficiente” calltoaction_subtitle=”Conheça agora!” calltoaction_button_title=”TESTE GRÁTIS” calltoaction_title_color=”#424242″ calltoaction_title_font_size=”30″ calltoaction_title_line_height=”36″ calltoaction_content_color=”#545454″ calltoaction_content_font_size=”18″ calltoaction_content_line_height=”24″ calltoaction_subtitle_color=”#545454″ calltoaction_subtitle_font_size=”20″ calltoaction_subtitle_line_height=”20″ calltoaction_button_title_color=”#ffffff” calltoaction_button_title_hover_color=”#ffffff” calltoaction_button_background_hover_color=”#f78547″ calltoaction_button_font_size=”20″ calltoaction_button_font_weight=”900″ calltoaction_button_link=”url:https%3A%2F%2Fmateriais.bomcontrolecop.wpengine.com%2Ferp-teste-gratis%2F||target:%20_blank|” call_to_action_button_design=”.vc_custom_1557277142778{border-top-width: 6px !important;border-right-width: 6px !important;border-bottom-width: 6px !important;border-left-width: 6px !important;background-color: #f78547 !important;background-position: center !important;background-repeat: no-repeat !important;background-size: contain !important;border-left-color: #f78547 !important;border-left-style: solid !important;border-right-color: #f78547 !important;border-right-style: solid !important;border-top-color: #f78547 !important;border-top-style: solid !important;border-bottom-color: #f78547 !important;border-bottom-style: solid !important;border-radius: 15px !important;}”][/vc_column][/vc_row]

5. Como encarar as primeiras semanas de implantação?

A primeira semana de implantação de um sistema ERP é a mais complicada. Só a inicie quando estiver certo de que as equipes à frente do projeto estejam totalmente preparadas. Porém, há um detalhe importantíssimo: conte com uma consultoria comprometida.

Você precisará muito dela nos dias de implantação. Isso porque surgirão muitas dúvidas por parte dos colaboradores e, se elas não forem sanadas com rapidez, os demais setores podem ficar travados, uma vez que a integração é o grande trunfo do ERP. Um atraso no RH é suficiente para comprometer a contabilidade ou o financeiro — e assim por diante.

Logo, a escolha de uma empresa competente e com expertise no negócio, que ofereça suporte total durante o projeto e depois da implantação do sistema, é essencial. Essa assistência fará toda a diferença para que você colha os resultados da integração mais rapidamente.

6. Qual é a melhor metodologia para implantar um sistema ERP?

Existem duas metodologias adotadas pelas organizações: a big-bang e a small-bang. As diferenças entre essas formas de implantação do ERP você saberá a seguir.

Na big-bang, como o próprio nome já sugere, todo o sistema é implantado de uma vez só. Você se lembra da grande explosão que pode ter originado o universo? Pois é! A inspiração vem daí. Portanto, os módulos começam a operar simultaneamente em todas as divisões, setores ou fábricas da companhia.

Já o small-bang refere-se a quando os módulos começam a entrar sucessivamente e em etapas previamente definidas, embora o momento de integração em 100% dos setores seja inevitável.

7. Como reconhecer os benefícios da implantação de um sistema ERP?

Por mais trabalhosa que seja, a implantação de um sistema ERP é benéfica em todos os sentidos. A automação e a integração de dados são cruciais para que o negócio prospere e consiga reduzir seus gastos no geral. Somente um software ERP consegue:

  • rever processos;
  • eliminar gargalos ou retrabalhos;
  • melhorar o controle das operações;
  • gerar dados atualizados;
  • fornecer informações em tempo real.

Por conseguinte, a tomada de decisões é largamente beneficiada pela implantação de um sistema ERP. Isso porque a integração dará elementos concretos para que a gestão escolha os caminhos mais apropriados à empresa.

8. Quanto tempo demora até que os resultados do ERP apareçam?

O ideal é que tudo seja feito de maneira prática e objetiva, para que o intervalo de tempo entre a aquisição do sistema e sua plena utilização possa ser reduzido. Todavia, é importante salientar que o desenvolvimento do projeto deve receber total atenção da gestão, para que o sistema atenda realmente às necessidades da corporação.

Em geral, as duas semanas iniciais são as mais complicadas. Mas, se for bem conduzido, o sistema ERP estará a todo vapor ainda no final de seu primeiro mês.

Quer um projeto de implantação de sistema ERP eficiente, que aumente a produtividade, aproveite melhor a mão de obra, diminua os custos de TI, satisfaça clientes e aumente seus lucros? Então, faça um teste grátis do Sistema de ERP BomControle, e veja por que temos a solução perfeita para sua empresa!

[vc_row][vc_column css=”.vc_custom_1557268679484{margin-top: -35px !important;margin-bottom: 40px !important;border-radius: 4px !important;}”][rt_calltoaction_style calltoaction_background_color=”#efefef” calltoaction_overlay_color=”#00beb2″ calltoaction_title=”Sistema de Gestão Integrada” calltoaction_title_align=”center” calltoaction_content=”Automatize as atividades dos departamentos da sua empresa de forma integrada e eficiente” calltoaction_subtitle=”Conheça agora!” calltoaction_button_title=”TESTE GRÁTIS” calltoaction_title_color=”#424242″ calltoaction_title_font_size=”30″ calltoaction_title_line_height=”36″ calltoaction_content_color=”#545454″ calltoaction_content_font_size=”18″ calltoaction_content_line_height=”24″ calltoaction_subtitle_color=”#545454″ calltoaction_subtitle_font_size=”20″ calltoaction_subtitle_line_height=”20″ calltoaction_button_title_color=”#ffffff” calltoaction_button_title_hover_color=”#ffffff” calltoaction_button_background_hover_color=”#f78547″ calltoaction_button_font_size=”20″ calltoaction_button_font_weight=”900″ calltoaction_button_link=”url:https%3A%2F%2Fmateriais.bomcontrolecop.wpengine.com%2Ferp-teste-gratis%2F||target:%20_blank|” call_to_action_button_design=”.vc_custom_1557277142778{border-top-width: 6px !important;border-right-width: 6px !important;border-bottom-width: 6px !important;border-left-width: 6px !important;background-color: #f78547 !important;background-position: center !important;background-repeat: no-repeat !important;background-size: contain !important;border-left-color: #f78547 !important;border-left-style: solid !important;border-right-color: #f78547 !important;border-right-style: solid !important;border-top-color: #f78547 !important;border-top-style: solid !important;border-bottom-color: #f78547 !important;border-bottom-style: solid !important;border-radius: 15px !important;}”][/vc_column][/vc_row]